terça-feira, 24 de março de 2009

Conclusõe Enigmáticas

Momentos que passam
Pessoas que voltam e recomeçam
Horas que viram minutos
Sentimentos que não se expressam
Movimentos mecânicos e automáticos
Momentos que queremos parados, estáticos
Tudo o que desejamos as vezes não vai voltar
Um sentimento vazio uma hora pode ficar
E quando nesse momento de reflexão
Você ver um clarão, parabéns!
Você voltou a realidade.
Agora levante dessa cama que seus sonhos acabaram
É hora de ir trabalhar,
E você está atrasado.

Um comentário:

Vinicius Borges disse...

Muito bom, lhe admiro muito.!

Poetiza ;)